Brasília Estimula a Eletromobilidade com Reativação de Pontos de Recarga para Veículos Elétricos

Brasília se destaca como a segunda cidade do Brasil em emplacamento de veículos elétricos, incentivando ainda mais a eletromobilidade por meio de cooperação técnica e reativação de postos de recarga.

Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

No primeiro semestre de 2023, Brasília consolidou sua posição como a segunda maior cidade em emplacamento de veículos leves eletrificados no Brasil, ficando atrás apenas de São Paulo. Com 2.008 emplacamentos nesse período, a capital federal superou outras importantes cidades como Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Curitiba, de acordo com dados divulgados pela Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE).

Com o intuito de impulsionar ainda mais a eletromobilidade no Distrito Federal, o governo local estabeleceu uma parceria com a Agência Brasileira do Desenvolvimento Industrial (ABDI). Uma das metas dessa colaboração é a reativação dos postos públicos de recarga para veículos elétricos instalados em prédios públicos durante o projeto-piloto VEM DF, ocorrido em 2019. Esse programa disponibilizou veículos elétricos e pontos de recarga para servidores públicos pré-cadastrados.

O total de 35 pontos de recarga distribuídos pela cidade serão reativados, incluindo os que estavam desativados (apenas 12 não estavam operacionais). Outros pontos serão realocados para regiões de maior demanda. O acesso aos carregadores será gratuito e aberto à população em geral.

Gustavo Amaral, secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, explicou que alguns dos pontos já estavam operando, mas a intenção é otimizar a distribuição com base em um mapa de calor que identificará as áreas de maior utilização. O objetivo é expandir a oferta de pontos de recarga e incentivar mais pessoas a adotar veículos elétricos e híbridos.

A parceria com a ABDI também se concentra em melhorar a infraestrutura de recarga criada pelo programa VEM DF. Tiago Faierstein, gerente de Novos Negócios da ABDI, explicou que esse esforço envolve manutenção e reativação gradual dos pontos de recarga, bem como um acordo com empresas privadas para realocar alguns dos 35 pontos de recarga para áreas mais movimentadas.

Além das melhorias na infraestrutura, a parceria abrange várias iniciativas conjuntas para promover a mobilidade elétrica no Distrito Federal, incluindo estudos, troca de informações e experiências. O objetivo é continuar posicionando Brasília como a capital dos veículos elétricos.

Esse compromisso com a eletromobilidade é parte de um conjunto de ações do governo. Em 2021, o GDF sancionou a Lei nº 7.028, que isenta veículos elétricos e híbridos do pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) no Distrito Federal. O governo busca estimular a eletromobilidade não apenas para reduzir a emissão de poluentes, mas também para economizar combustível, manutenção e incentivar a adoção desses veículos.

Durante o projeto-piloto VEM DF, que ocorreu entre outubro de 2019 e dezembro de 2022, foram realizadas 13.404 viagens com veículos elétricos por 602 usuários cadastrados. Isso evitou a emissão de 17,43 toneladas de poluentes e economizou 5.161,6 litros de combustível.

Gustavo Amaral também revelou que a secretaria está trabalhando para estabelecer uma parceria com o Departamento de Trânsito (Detran-DF) para a instalação de pontos de recarga para motos elétricas em estacionamentos públicos. Esse conjunto de medidas visa promover uma mobilidade mais sustentável e amiga do meio ambiente na capital brasileira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

notícias relacionadas

CATEGORIAS

COMPARTILHAR