Em três edições, o projeto dia da mulher proporcionou mais de 1.500 atendimentos no DF

A Defensoria Pública do Distrito Federal leva mensalmente uma gama de serviços para o público feminino

Ações do Dia da Mulher ajudam também na autoestima das atendidas | Foto: Defensoria Pública do DF/Divulgação

Na primeira segunda-feira de cada mês, ocorre o Dia da Mulher, uma ação gratuita promovida pela Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF) que tem conquistado grande adesão. Nas três edições já realizadas em maio, junho e julho, o projeto beneficiou um total de 1.520 mulheres. A quarta edição está agendada para o dia 7 de agosto.

Localizado no maior núcleo da DPDF, no Setor Comercial Norte (SCN), Edifício Rossi Esplanada Business, Quadra 1, Conjunto G, o evento conta com o apoio de diversas instituições parceiras, o que permite oferecer uma série de serviços exclusivos para o público feminino. Entre eles estão assistência jurídica e psicossocial, serviços socioassistenciais, exames médicos gratuitos, como mamografias e exames citopatológicos, além da inserção de DIU. Atendimentos odontológicos, sessões de mediação e exames de DNA também são disponibilizados às mulheres.

A relevância do Dia da Mulher é refletida pela participação de importantes instituições como a Federação do Comércio do Distrito Federal (Fecomércio), a Secretaria da Mulher do DF, a Secretaria de Saúde (SES), a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), o Serviço Social do Comércio (Sesc), o Mesa Brasil Sesc, o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), a Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab) e a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb). Essas parcerias fortalecem o propósito do projeto, ampliando o alcance e possibilitando o acesso a mais serviços essenciais para as mulheres da região.

O Dia da Mulher representa uma iniciativa notável, enaltecendo o compromisso das instituições envolvidas com a promoção do bem-estar e cuidado com as mulheres, além de reforçar a importância da união de esforços para atender às necessidades femininas de maneira abrangente e inclusiva.

Para a subdefensora pública-geral Emmanuela Saboya, o Dia da Mulher desempenha um papel fundamental na promoção da igualdade de gênero e no combate à desigualdade social, iniciativa crucial para garantir que mulheres em situações difíceis tenham acesso a serviços e apoio necessários para melhorar a vida. “Muitas mulheres em situação de vulnerabilidade social não têm recursos financeiros para acessar esses serviços por conta própria. Portanto, oferecer esses serviços gratuitamente é uma forma de acolher e levar cidadania a mulheres em situação de vulnerabilidade”, defendeu.

*Com informações da Defensoria Pública do DF

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

notícias relacionadas

CATEGORIAS

COMPARTILHAR