O Borboletário do Zoo de Brasília foi reaberto para visitação

O encantador borboletário do Zoológico de Brasília está novamente aberto ao público, após passar por reformas internas. Os visitantes têm a oportunidade de explorar esse espaço mágico que abriga 12 espécies distintas de borboletas, além de aracnídeos e anfíbios. O borboletário receberá os visitantes das 8h30 às 16h30, de quarta-feira a domingo.

Uma adição emocionante nesta reabertura é a exposição de aracnídeos, incluindo aranhas e escorpiões, bem como a presença de um axolote — um anfíbio que se encontra extinto na natureza e depende de esforços de conservação em cativeiro para sobreviver. Os visitantes também terão a oportunidade de se familiarizar com o bicho-pau brasileiro e australiano, ambos em destaque no borboletário.

As visitas serão organizadas em grupos de até dez pessoas, incluindo crianças, acompanhados por monitores. O biólogo e diretor de Répteis, Anfíbios e Artrópodes do Zoo, Carlos Eduardo Nóbrega, enfatizou as novidades: “Os visitantes encontrarão um borboletário renovado. Além disso, o espaço exibe diversas espécies de borboletas. A visita é dividida em três áreas: uma área fechada, um brejo e uma mata aberta, cada uma com diferentes espécies.”

O ciclo de vida das borboletas é afetado pela sazonalidade, variando entre dois e três meses. Por isso, é comum que, em certos momentos, a população de borboletas no borboletário esteja mais reduzida. Nóbrega acrescentou: “As borboletas têm ciclos. Algumas espécies põem ovos e depois desaparecem. Com estímulos como mudanças de temperatura e umidade, os ovos eclodem e uma nova geração emerge.”

Curiosidade: As borboletas possuem uma incrível variedade de cores e padrões em suas asas não apenas para agradar os nossos olhos, mas também como uma forma de comunicação. As cores vibrantes e os desenhos nas asas das borboletas podem servir para alertar predadores sobre sua toxicidade ou mau gosto, um fenômeno conhecido como “aposematismo”. Isso ajuda a proteger as borboletas, pois os predadores aprendem a associar essas cores com uma experiência desagradável, evitando-as no futuro.

A entrada no borboletário é gratuita, porém, é necessário adquirir um ingresso para acessar o Zoológico, que custa R$ 5 (meia entrada) e R$ 10 (entrada inteira).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

notícias relacionadas

CATEGORIAS

COMPARTILHAR